Sabe o que é a Cerimónia das Rosas?

tortura do peito
História da Tortura do Peito, como tudo começou!
22 Setembro, 2015
Show all

Sabe o que é a Cerimónia das Rosas?

Cerimónia das Rosas

Todas as culturas têm vários tipos de cerimónias, e claro que o BDSM não poderia ser diferente! A cerimónia das rosas é cheia de simbolismo e misticismos e além do mais é extremamente importante para os seus praticantes.

 

Cerimónia das Rosas:

  • Significado
  • Simbolismo de cada acto

Significado da Cerimónia das Rosas

A Cerimonia das Rosas caracteriza-se como sendo a realização e declaração de uma relação no mundo do BDSM. Esta cerimónia é realizada entre o Dominador e a Submissa. Para celebração a submissa leva uma rosa branca, semifechada e o Dominador tem uma rosa completamente aberta.

Apesar de ainda terem espinhos, ambas as rosas são o símbolo de ligação entre os dois, tal como num casamento. O ritual elaborado entre ambos: Um espinho da rosa vermelha pica o dedo do meio do Dominador, o sangue será derramado sob a rosa branca. A submissa oferece a rosa branca ao Dominador, e este furará o seu dedo, o sangue irá cair sob outra pétala.

A união simbólica desta relação é celada através da união de dois dedos ensanguentados, e a promessa final é feita: “Faço desse acto o símbolo de nossa união e que nesse momento toda a energia de nossos corpos se unam, fazendo eterno nosso Amor”.

As duas rosas são juntas, permitindo que o sangue dela se encoste na rosa dele, sendo trocadas! Ambas as flores são colocadas num só vaso, que será situado no quarto do casal, e durante a “noite de núpcias” poderá contemplar a união de ambos.

Os seus sonhos e expectativas de vida são falados enquanto estes arrancam as pétalas das rosas e arrumam-nas numa caixa. Essa caixa será mantida durante toda sua vida, e até mesmo em alguns casos é enterrada tanto com o dominador como com o submisso.

Simbolismo da Cerimónia das Rosas:

As Rosas:

O facto da rosa branca não estar completamente aberta, simboliza a submissão total. A cor branca simboliza a pureza presente e o facto de ainda não estar completamente aberta, ou seja, a submissa ainda não está completamente sobre o domínio do seu dominador.

Claro que o ritual de submissão completa nunca está terminado, pois nunca ninguém se consegue entregar na totalidade ao seu mestre!

Visto que a rosa vermelha se encontra completamente desabrochada, isso quer dizer, dominação. O vermelho representa o desejo e a paixão que o dominador sente pela sua submissa, e o facto deste a querer ter e possuir a qualquer preço. A rosa vermelha aberta representa ainda, um dominador maduro e capaz de assumir todas as suas responsabilidades.

O sangue derramado:

Picar o dedo da submissa tem o simbolismo de entrega. Quer dizer que agora ela está entregue ao seu dominador. E o facto de o seu dominador ter picado o seu próprio dedo, demonstra a sua vontade de proteger e defender. A união das gotas de sangue simboliza a união de ambos. A junção dos dedos ensanguentados forma a união final, a entrega total da submissa ao seu dominador e vice-versa.

As pétalas de rosa:

Ao juntar as pétalas de rosa, o casal está a juntar a sua vida. Será comum observar a junção das flores em jarras até que estas fiquem secas, para depois poderem coloca-las na caixa. Tal como referido, em alguns casos, as pétalas podem ser enterradas com o casal como forma de união depois da morte.

Lady
Lady
Quero-vos mostrar o mundo alternativo do BDSM. A tortura são o meu prazer e a humilhação um orgasmo garantido!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *